Girabola2018: Técnico-adjunto do Kabuscorp considera justo empate fora de casa

Segunda, 30 Abril 2018 07:25

Benguela - Marcos Tchivinda, técnico-adjunto do Kabuscorp do Palanca, considerou domingo o empate 1-1 frente ao 1º de Maio de Benguela como justo, visto que a sua equipa não tinha feito o melhor durante o tempo regulamentar.

Falando à imprensa, após a partida da 13ª jornada do Girabola2018, o adjunto do técnico Sérgio Traguil admitiu que o Kabuscorp entrou a respeitar de mais o adversário, mas na segunda parte esteve melhor, já que pressionou mais, criou mais lances de perigo e procurou o golo.

“Três bolas à trave e não conseguimos concretizar na baliza”, disse, escusando-se a falar sobre a arbitragem de Mauro de Oliveira, bastante protestado pela equipa do 1º de Maio.

Marcos Tchivinda também prometeu que a formação palanquina vai continuar a melhorar de jogo em jogo, para que a caminhada seja boa e triunfal durante o campeonato.